MBA Gestão de Áreas Contaminadas, Desenvolvimento Urbano Sustentável e Revitalização de Brownfields.

Ementas

Geoestatística aplicada a Dados Ambientais
  • Revisão de conceitos de estatística: distribuições de frequência, estatísticas descritivas
  • Variáveis regionalizadas: definições e significado de suas características
  • Geoestatística: o variograma, propriedades do variograma, anisotropias, domínio do variograma, modelos teóricos de variograma
  • Cálculo e modelagem de variogramas
  • Técnicas de estimativa geoestatísticas
  • Krigagem pontual x krigagem de bloco, demonstração da krigagem de bloco, discretização de bloco
Investigação em Alta Resolução e em Tempo Real
  • O conteúdo dessa disciplina será abordado dentro das disciplinas de Geoestatística aplicada a Dados Ambientais e Técnicas de Amostragem de Solo e Água Subterrânea
Técnicas de Amostragem de Solo e Água Subterrânea
    A) Amostragem de solo:
    • Planejamento sistemático de uma campanha de amostragem
    • Heterogeneidade do Solo e Variação nas Concentrações de Contaminantes
    • Designs de amostragem: 1. Julgamento; 2. Probabilísticos
    • Amostragem Multincremento
    • Métodos de Análise em Tempo Real Uso e Interpretação dos Resultados
    • Equipamentos de Amostragem de Solo
    • Procedimentos de Amostragem para Compostos Orgânicos Voláteis
    B) Amostragem de Água Subterrânea:
    • Sistema de Monitoramento de Água Subterrânea
    • Design e Instalação de Poços de Monitoramento
    • Monitoramento de Alta Resolução
    • Procedimentos de Amostragem de Água Subterrânea
Modelo Conceitual e Modelos Matemáticos de Fluxo de Água e Transporte de Poluentes em Meios Porosos
    Módulo 1. Teoria de modelos de fluxo de água subterrânea:
    • Modelos numéricos de fluxo
    • Equação de fluxo de água subterrânea
    • Condições de contorno
    • Condições iniciais
    • Discretização espacial e método das diferenças finitas
    • Etapas da construção do modelo
    • Parâmetros hidráulicos
    • Calibração
    • Previsões
    Módulo 2: Teoria de modelos de transporte de contaminantes:
    • Fenômenos de transporte
    • Modelos numéricos de transporte
    • Condições de contorno
    • Condições iniciais
    • Discretização espacial e temporal
    • Etapas da construção do modelo
    • Parâmetros de transporte
    • Calibração
    • Previsões
Avaliação Ecotoxicológica
  • Definições e conceituações
  • Metodologia da avaliação de risco ao ecossistema (terrestre e aquático)
  • Coleta e preparação de dados ecotoxicológicos
  • Coleta e interpretação de dados das áreas contaminados (sole e água subterrânea); Avaliação da exposição ou concentração de efeito ambiental
  • Caracterização e distribuição espacial do risco
  • Plano da redução do risco
  • Estudos de casos
Comunicação de Risco e Engajamento de Stakeholders
  • Contextualização
  • Reuso indevido de áreas contaminadas
  • Definições e conceitos
  • Impactos e riscos relacionados a brownfields
  • Comunicação de riscos
  • Conceitos gerais sobre comunicação
  • Conceitos de risco, perigo, probabilidade e incerteza
  • Tipos de comunicação de riscos
  • Fluxo da comunicação de riscos
  • A percepção do risco
  • Mapeamento dos stakeholders
  • Auditorias e monitoramento de resultados
  • Mensagens preferenciais e recomendações para a transmissão de informações sobre contaminação

Desenvolvimento do programa de comunicação de riscos

    • Desenvolvimento e implantação do programa de comunicação de riscos
    • Roteiro para a implantação de um programa de comunicação de riscos
    • Formação do comitê de comunicação de riscos
    • Funções e responsabilidades específicas para alguns membros do Comitê
    • Capacitação dos membros do comitê de comunicação de riscos
    • Central de comunicação de riscos
    • Campanha de comunicação de riscos
    • Sugestão de campanha de comunicação de riscos

Coesão e participação social no processo de comunicação de riscos

    • Desenvolvimento e protagonismo local
    • Conhecimento e respeito à cultura local
    • Coesão social nos programas de comunicação de riscos
    • Ampliação da capilaridade do programa e comunicação de riscos
Desenvolvimento Urbano Sustentável e Uso e Ocupação do Solo
  • Ocupação urbana e contaminação do solo;
  • Mapeamento de áreas contaminadas para expansão urbana;
  • Planejamento e gestão integrada do solo urbano;
  • Plano Diretor Estratégico e ações ambientais no solo urbano;
  • Gerenciamento e revitalização de áreas urbanas contaminadas; e
  • Exemplos e estudos de casos
Revitalização de Brownfields na Interface do Desenvolvimento Urbano
  • Contextos e conceitos
  • Estruturação de cadastros: identificação, diagnóstico regional e gestão de informação sobre áreas contaminadas e brownfields
  • Avaliação de potenciais de contaminação e revitalização em terrenos e brownfields: Aspectos ambientais e econômicos
  • Seleção de medidas técnicas, tecnológicas e Institucionais na revitalização de brownfields
  • Identificação de alternativas para o desenvolvimento econômico dos brownfields
  • Identificação e papel dos stakeholders envolvidos no processo de revitalização
  • Formas de gestão e comunicação na revitalização de brownfields
  • Revitalização de brownfields: Um desafio propulsionado pelo poder local
  • Ferramenta : Prognóstico de custos
Caracterização e Composição dos Solos Brasileiros
  • Origem e formação dos solos
  • Principais propriedades e características dos solos
  • Aspectos pedológicos do solo
  • Perfil de solo: horizontes e camadas
  • Mineralogia de solos
  • Processos Pedogenéticos
  • Propriedades físicas dos solos
  • Sistema águasolo
  • Classificação dos solos
  • Manejo e Conservação dos solos
  • Características mecânicas dos solos
Hidrogeologia e Transporte de Contaminantes
  • Distinção entre bacia hidrográfica e aquífero
  • A água subterrânea no ciclo hidrológico. Infiltração. Distribuição da água no subsolo
  • Tipos e classificação de aqüíferos. Ocorrência das águas subterrâneas no Brasil
  • Porosidade. Permeabilidade. Propriedades hidráulicas de solos, sedimentos e rochas. Lei de Darcy. Fluxo subterrâneo
  • Mapas hidrogeológicos. Relações das águas superficiais e subterrâneas. Zonas de recarga e descarga. Aqüíferos costeiros
  • Impactos ambientais sobre os aqüíferos
  • Transporte de poluentes em meios porosos saturados e na zona vadosa. Gravidade; advecção; retardação; dispersão; reações. Introdução ao transporte em meios fraturados
  • Vulnerabilidade dos aqüíferos. Proteção das águas subterrâneas. Gestão dos recursos hídricos subterrâneos
Química do Solo e Água
  • Conceitos de Química Inorgânica e Química Orgânica. Principais grupos funcionais
  • Tipos de contaminantes inorgânicos
  • Tipos de contaminantes orgânicos
  • Propriedades dos contaminantes orgânicos: estados físicos e regras de mudanças de fase, densidade de vapor, densidade de líquido, viscosidade; pressão de vapor; solubilidade; pontos de fusão e ebulição; partição água/ar; partição octanol/água; polaridade
  • Composição do solo e interações entre as fases sólida, líquida e gasosa. Estrutura e propriedades dos minerais, matériaorgânica, gases e solução dos solos
  • Fontes de poluição do solo e das águas Subterrâneas
  • Fontes de contaminação em ambiente urbano, industrial, práticas agrícolas, mineração
Biorremediação: Fundamentos
  • A célula microbiana e fúngica
  • Metabolismo microbiano aplicado à biorremediação
  • Genética microbiana aplicada à biorremediação
  • Ecologia microbiana aplicada à biorremediação
  • Fatores físicoquímicos de importância para a biorremediação
  • Aspectos microbiológicos de técnicas de biorremediação
Legislação Ambiental
  • Princípios de Direito Ambiental
  • Constituições Federal e Estadual
  • Legislação Ambiental: Hierarquia e principais resoluções, normas, diretrizes e normas regulamentadoras
  • Consulta ao Banco de Dados Legislação Ambiental
  • Política Nacional do Meio Ambiente Lei nº 6.938/81
  • Política Nacional de Resíduos Sólidos – Lei nº 12.305/10
  • Poluição
  • Meio Ambiente: “bem de uso comum do povo”
  • Dano ambiental
  • Reparação do dano: restauração, recuperação, compensação ambiental – in natura ou indenização –, dano coletivo e dano individual
  • Lei Federal 7.347/85
  • Responsabilidade objetiva; Responsabilidades administrativa, civil e criminal decorrentes de danos ambientais
  • Atuação e atribuições do Ministério Público / poderes do cidadão comum
  • Lei de Crimes Ambientais
  • Lei Estadual 13.577/09: Lei do Estado de São Paulo para áreas contaminadas
  • Resolução CONAMA 420/2009
  • Convenção de Estocolmo
Critérios de Qualidade do Solo e da Água Subterrânea
  • Conceitos básicos
  • Legislação específica
  • Valores Orientadores da qualidade do solo e da água subterrânea
  • Critérios para disposição de efluentes/resíduos no solo
  • Planos de monitoramento
  • Exercícios de interpretação de resultados
Avaliação de Risco à Saúde Humana
  • Conceito de risco e de avaliação de risco à saúde humana
  • Contexto legal da avaliação de risco à saúde humana: Brasil, Holanda e EUA
  • Importância do modelo conceitual de exposição
  • Metodologia para a avaliação de risco à saúde humana
  • Coleta e validação de dados
  • Avaliação da exposição
  • Transporte e destino de contaminantes
  • Avaliação da toxicidade
  • Quantificação do risco
  • Avaliação das incertezas;
  • Quantificação das metas de remediação
  • Derivação de valores intervenção com base no risco;
  • Estudos de caso; 1
  • Exercícios de simulação do risco com a Planilha CETESB
Avaliação Preliminar e Investigação Confirmatória
  • Avaliação inicial da área de interesse a partir de a) Documentos existentes da área; b) Emprego de fotos aerofotogramétricas de diferentes épocas
  • Histórico de uso e ocupação do solo
  • Detecção de possíveis fontes de contaminação
  • Visitas técnicas no campo (descrição do procedimento)
  • Caracterização e priorização dos focos potenciais de contaminação
  • Modelo conceitual dos cenários de exposição
  • Recomendações para investigações técnicas
  • Orientação para a apresentação de dados e resultados no relatório da Investigação Confirmatória
  • Dados geológicos e hidrogeológicos
  • Dados socioambientais
  • Resultados da avaliação preliminar
  • Plano de amostragem
  • Apresentação dos resultados das investigações técnicas
  • Descrição dos métodos empregados
  • Confirmação da contaminação
  • Classificação e estimativa de risco para o futuro uso
Investigação Detalhada
  • Conceituação;
  • Avaliação detalhada das características da fonte de contaminação e dos meios afetados
  • Determinação dos tipos de contaminantes presentes e suas concentrações
  • Determinação evolução da contaminação no tempo e no espaço
  • Determinação das rotas de migração de contaminantes, vias de exposição e receptores de risco
  • Definição das características da pluma de contaminação, como seus limites e sua taxa de propagação
Intervenção: Ações de controle para eliminação do perigo ou redução (tecnologias de remediação)
  • Formas de intervenção
  • Princípios dos processos de remediação
  • Processos de remediação estabelecidos
  • Processos remediação inovadores
Intervenção: Monitoramento
  • Objetivos do monitoramento
  • Monitoramento do desempenho
  • Acompanhamento do monitoramento
  • Tecnologias de monitoramento
  • Aquisição de dados e avaliação
  • Desenvolvimento dos planos de monitoramento
  • Exemplos
Treinamento de Ensino à Distância
  • Treinamento no uso do ambiente Ae (Aprendizado Eletrônico)
  • Criar conta do usuário
  • Criar/Acessar espaços de curso
  • Adicionar/Remove participantes
  • Adicionar/Remove ferramentas (recursos)
  • Navegar pelas ferramentas do ambiente
  • Usar as ferramentas de comunicação: Chat, Fórum, email, etc.
  • Usar as ferramentas para disponibilizar e visualizar conteúdos: vídeos, módulos, etc.
  • Usar as ferramentas de avaliação: exercícios, atividades, etc.